.comment-link {margin-left:.6em;}

quarta-feira, julho 27, 2005

Manuel Alegre


Abnegado, como sempre ...
Ultrapassado, como habitualmente ...
Resta a poesia ...
e o Benfica ...

21 Comments:

At 8:07 da tarde, Blogger Pedro F. Ferreira said...

Resta, também, quem, como eu, tenha pelo Manuel Alegre uma grande admiração.

 
At 8:26 da tarde, Blogger O Homem das Ilhas said...

Amigo hmémnon ...

Claro que restam muitas mais coisas...
Eu próprio nutro pelo político Manuel Alegre, um carinho intrínseco, provavelmente por ser de Esquerda, pelo Homem e respectivo passado, um orgulho profundo e pelo poeta uma admiração imensa.
Mas ...
Nada disso invalida que em questões partidárias internas tenha sido sempre relegado para segundo plano ...
E, o que custa, é vê-lo ser assim tratado pelo seu próprio partido ...
A capacidade de luta, de resistência, de combate,de Manuel Alegre, são sempre "utilizadas" pelo PS como um meio para conseguir um fim ... que não é o que Manuel Alegre, e penso que aqui concordarás comigo, merece.

P.S. - Num regime parlamentar, com um bicameralismo, Manuel Alegre, seria, sem sombra de dúvida, um Senador.

 
At 12:35 da manhã, Blogger heidy said...

Ele ama o que faz, e é dos poucos que ainda anda por ali, porque acredita no que diz.

 
At 6:21 da tarde, Blogger O de boa memória said...

Quanto idealismo ingénuo, fora a redundância.

o mundo é um jardim, cheio de pássaros...

Piu, piu...

 
At 8:30 da tarde, Blogger heidy said...

:) Idealismo ou não... sabe bem sonhar. E como diz o poeta... vale tanto como o sorriso de uma criança. :)

 
At 8:09 da tarde, Blogger O Homem das Ilhas said...

Ora toma e vai-te curar !!!

Já não te lembras do que aprendeste ???
Numa pessoa de boa memoria é estranho ...
LOL

"O sonho comanda a vida"

 
At 1:53 da tarde, Blogger O de boa memória said...

Eu é que preciso de tratamento?

"o que custa é vê-lo ser tratado assim pelo seu partido"...

a frase é tua!

é preciso refutar a origem da patologia e o indíviduo transmissor?

Não me parece!

 
At 3:06 da tarde, Blogger heidy said...

Porque temos sempre de ser apenas racionais? podemos sonhar e lutar por esses sonhos... acreditar não e fraqueza.Bem pelo contrário. é sinal que se tem personalidade e não é apenas mais um.

 
At 3:10 da tarde, Blogger heidy said...

Pois é. Mas que eu me lembre, o presidente do partido dele é um ex da JSD mais partidário do Cavaco do que de outro qualquer. O tal que dizem que não passa de um sonhador, escreveu coisas que se fromos aler agora, conferimos que continau fiela à sua palavra... enquanto esses a quem chamam de racionais, não passam de uns troca tintas. Agora dixem uma coisa, depois já não lhes interessa e negam. E a Che, chamas o que? (eu não sou comunista, nem tenho nenhum pelo qual torça)

 
At 3:14 da tarde, Blogger O de boa memória said...

Adaptabilidade é o termo.

"Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades é tempo de mudança".

 
At 1:11 da manhã, Blogger heidy said...

Exacto! mas a essência não se altera... também lhe chamo o mudar consoante os ventos....

 
At 4:38 da tarde, Blogger O de boa memória said...

Quem disse que a essência é una e indivisível?

Se considerar que a sociedade e os indivíduos são uma só identidade, posso concordar, no entanto, a minha essência é ser adaptável às mutações que tenho que impor à minha essência para viver e produzir em sociedade.

 
At 5:57 da tarde, Blogger heidy said...

Ou seja vais-te transformando consoante a sociedade assim o faça prevalecer. Ainda sabes quem és?

 
At 8:47 da tarde, Blogger O de boa memória said...

Não és a mesma pessoa em casa, na universidade, no trabalho... a coerência não existe na vida em sociedade...é por isso que convivemos.

Por isso existem os meios de socialização...

 
At 12:47 da tarde, Blogger heidy said...

Ah!!! As tais máscaras, que os gregos utilizavam nas suas tragico-comédias. Sim o ser humano é expert nessa matéria. Podemos não ser iguais. A cada circulo, um comportamento diferente. Até porque as obrigações assim o obrigam. Mas podemos tentar ser coerentes. Sermos fieis ao que acreditamos... vá anda chama-me de novo idealista. :)

 
At 8:24 da tarde, Blogger O de boa memória said...

Acho impossível viver em sociedade e ser-se coerente, no entanto, não te volto a chamar idealista.

ontem vi um programa na 2: sobre Yogi's nos Himalaias e, aquele método de vida é ser coerente, na medida em que não pode ser corrompido na sua essência devido ao seu estado de isolamento.

Ou seja, coerência e essência são factores únicos só alcançáveis em isolamento...

 
At 12:29 da manhã, Blogger heidy said...

Tipo os monges do tibete... aprendem a atingir um patamar que para o mortal comum é quase inantigivél. Libertam o corpo da sua mente. Conseguem preservar a sua essência, e sendo coerentes. :) Será essa a verdadeira realidade?
Acho que Rousseaux tinha razão... mas podemos inverter essa realidade, procurando outras vias.

 
At 12:31 da manhã, Blogger heidy said...

Mas não te esqueças de uma coisa, o Homem é um ser social.

 
At 6:11 da tarde, Blogger O Homem das Ilhas said...

Uiiiiii

Rousseau ... esse Guru !!!
(Heidi ... esta é pelo Kissinger ... LOL)

Muito me apraz registar que, depois de 15 dias férias,de plena malukice (registe-se) e, na 1 vez que venho ao blog, encontro esta discussão político-filosófico sobre a essência humana ...

Lindo ...
Ternamente, a Heidi tenta demonstrar, por A + B, algumas noções de essência e existência humana ao O de boa memória ...

Eu próprio já tentei ... !!!

Mas o rapaz, depois de uma educação, quem sabe, demasiado consistente a nível ideológico (pois é Heidi, o "menino" andou na escola da Voz do Operário), resolveu iniciar uma "quest" (tal Arthur, King of the Britons nos "nossos" Monthy Phyton) pela "democratização à Americana" e pela defesa cega e apaixonada de todas as medidas levadas a cabo com esse propósito, levando tudo e todos à sua frente, considerando as injustiças uma realidade social imutável, a ignorância como veículo para a consolidação de ideologias neo-liberais e por vezes radicais ...

Enfim ...
Heidi,
Continuaremos tentando, mas ...
Acho que o nosso O de boa memoria ...
Está demasiado traumatizado para conseguir, sequer, conceber um mundo harmonioso e feliz ...

P.S. - Acabei de reler o post ...
e, tou inspirado ... LOL

P.S.1 - Volto daqui a uns dias, já "full operational"

 
At 9:00 da tarde, Blogger heidy said...

:)pois... então volta lá para filosofarmos mais um pouco e atazanarmos o espirito do minino da voz do operário.

 
At 12:18 da tarde, Blogger O de boa memória said...

Menino e traumatizado...

que forma carinhosa... estou maravilhado...

Voltei para me atazanarem o espírito...

abraço.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home